DIMAKIN

Comercializamos Máquinas Industriais: Máquinas Corte Laser Tubo, Máquinas Corte Laser Chapa, Quinadoras, Prensas Hidráulicas, Máquinas Corte Plasma, Viradeiras.

 

Corte de chapa a laser: custo e retorno de investimento

Corte laser chapas metálicas

Corte de chapa a laser: laser fibra, plasma, oxicorte e jato de água. Como avaliar o custo e retorno de investimento e qual a melhor tecnologia para a sua empresa?

Existem várias opções tecnológicas para o corte de materiais; entre eles destacam-se o corte com recurso à tecnologia laser fibra, plasma, oxicorte e jato de água. Contudo, é preciso ter em atenção qual a que se melhor adequa à sua empresa. É importante que o método utilizado seja o adequado para o seu projeto e materiais com o intuito de encontrar o melhor enquadramento custo de produção, qualidade do produto e performance.

 

No entanto, o rápido desenvolvimento e inovação da tecnologia laser, dão-lhe uma vantagem significativa especialmente em chapas até 30mm de espessura.

 

Vantagens Corte de chapa a Laser fibra:

  • Velocidade superior
  • Custos de operação reduzidos
  • Precisão de corte

 

O corte a laser chapa torna-se mais económico tendo em conta a quantidade de material que se corta e o tempo que demora a produzir as peças. Assim, o custo deste tipo de corte varia de acordo com vários fatores, nomeadamente:

  1. Tipo do material

O custo oscila de acordo com o tipo de material: aço carbono, aço inox, cobre, alumínio ou outros metais.

  1. Espessura

Quanto maior a espessura, mais longa é a duração do corte. Normalmente, o corte a laser é indicado para espessuras de corte até 30 mm para aço carbono, 15mm alumínio e 20 aço inoxidável. Para materiais mais espessos são recomendadas as demais tecnologias.

  1. Quantidade

Para a formação do custo final, precisamos também de ter em conta a quantidade de material que precisamos de cortar. As economias de escala são possíveis na execução de encomendas maiores, uma vez que é possível fazer um planeamento mais eficaz.

  1. Eletricidade

A máquina laser tem vários componentes consumidores de eletricidade, como por exemplo,  a fonte laser, o refrigerador, os filtros e os servomotores que acionam a cabeça de corte. Nos cálculos do consumo energético deve estar sempre presente a potência da máquina e o tempo de utilização.

  1. Gás auxiliar

O corte por laser necessita de gás auxiliar. A quantidade utilizada depende do tipo e da espessura do material.

  1. Consumíveis

Existem peças que exigem uma troca frequente devido ao desgaste provocado pela utilização. A vida útil destes componentes varia de acordo com o modo de utilização e o seu valor dependem da qualidade do consumível, do tipo de máquina e da cabeça de corte.

 

Retorno do investimento

De acordo com os balanços efetuados ao longo do tempo, podemos prever um retorno total do investimento a rondar os três anos. (baseado numa utilização diária de 65%)

Em suma, é necessário ter em conta que escolher um equipamento laser requer sempre um planeamento adequado. O processo produtivo sofrerá mudanças drásticas, afetando várias áreas, nomeadamente mão de obra, manutenção, consumíveis e formação.

 

Ficou interessado, mas com dúvidas no modelo a escolher?

Contacte-nos. A equipa DIMAKIN está orientada para lhe oferecer as melhores soluções.

 

Por outro lado, se preferir poderá agendar uma visita ou demonstração

Por fim, descarregue o nosso catálogo online com informações técnicas ou consulte os vídeos de demonstração no nosso canal Youtube.

Bem-vindo à DIMAKIN!

 


Se gostou desta notícia, então vai querer ler também: